DROGASIL

VOCE ENCONTRA OS MELHORES PREÇOS DE SEUS MEDICAMENTOS NA DRIGASIL - VISITE-NOS.

LAVRAS NOSSA CIDADE

CONHEÇA LAVRAS - ANUNCIE AQUI

CIDADANIA

LIÇÃO DA CIDADANIA PARA O DIA A DIA - CUIDE DA SUA CIDADE

CONHEÇA OLIVEIRA

ANUNCIE AQUI

CONHEÇA ITAJUBÁ

ANUNCIE AQUI

CONHEÇA IJACÍ

ANUNCIE AQUI

ELEITOR CONSCIENTE

NÃO VENDA SEU VOTO ELEITOR! A VÍTIMA SERÁ VOCE MESMO.

VISTA PARCIAL DE LAVRAS

CENTRO DE LAVRAS VISTO DO JARDIM GLÓRIA

CONHEÇA PERDÕES

ANUNCIE AQUI

Delicioso Cardápio, venha ou peça que nós entregamos em domicílio!!!

Marmitex média 6, 00 grande 8, 00 - Em Lavras - Rua Alvaro Botelho próximo ao INSS

HUMOR

xxxxxxxx

TIRE ISSO DA SUA VIDA

VEREADOR FELIZARDO CHAMA O POVO DE IDIOTA DUTANTE A SESSÃO

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

ATENÇÃO!!! Fechada passagem provisória entre os bairros Nova Era I e II


Nesta quinta-feira (23/10), a partir das 7 horas, será fechada a passagem de nível provisória, construída no sentido da linha da Ferrovia Centro Atlântida (FCA) para fazer a ligação entre os bairros Nova Era I e II, informa a Secretaria Adjunta de Regulação Urbana.

O desvio foi feito pela gestão passada, próximo ao Lar Esperança e Vida Mateus Loureiro Ticle, para bloquear o trânsito pelo túnel da Zona Norte, durante o período de realização das obras de ampliação.

Com a liberação da passagem de veículos e pedestres pelo túnel, o desvio agora será eliminado para que a ligação entre os bairros volte a transcorrer normalmente.








O poder aquisitivo do brasileiro realmente aumentou?

Neste período temos a obrigação moral de convidar os brasileiros, enquanto consumidores, a refletirem.

Tem-se ouvido muito que na última década o poder aquisitivo do brasileiro aumentou. No entanto, isto não parece verdadeiro.
O que ocorreu foi mudança na política de concessão de crédito, fazendo com que a facilidade para financiar compras incentivasse o consumo. O "IPI ZERO", por exemplo, foi uma política pontual para alavancar o setor.
O resultado disso foi o nível de inadimplência alcançando níveis bastante altos, implicando em nomes negativados junto a órgãos como SPC e SERASA e renegociações de crédito que elevavam saldos devedores. Hoje, por exemplo, já é comum a discussão judicial sobre fenômenos como superendividamento e suas consequências jurídicas sobre a vida dos consumidores e fornecedores.
O "efeito cascata" é ainda maior, se considerarmos que endurece a política de concessão de crédito, e muitos projetos importantes deixam de ser realizados por brasileiros comuns.
Portanto, todos nós, enquanto consumidores, devemos refletir e diferenciar poder aquisitivo e facilidade para adiar pagamentos, e evitar que sua vida seja prejudicada por uma "bola de neve".
Lembremo-nos: o poder de compra não se mede pelos limites dos cartões de crédito ou os carnês emitidos, nem pelo bom nome na praça. Mede-se por até onde vai a renda. Elejamos prioridades e direcionemos esforços. Não deixemos o supérfluo comprometer nosos orçamentos. Façamos planejamento familiar.
Reflitamos: factualmente, ninguém é de classe média tendo R$ 291,00 (duzentos e noventa e um reais) em renda per capita. Uma coisa é o que diz a estatística. Outra é o que o bolso diz.
O consumo deve ser incentivado sim, contanto que de forma responsável.

Criminosos bons de votos...

Diário do Brazilquistão


01. De acordo com nosso correspondente no longínquo Brazilquistão, 40% dos três deputados federais mais votados e dos senadores eleitos em 2014 (40 em um grupo de 108) são réus ou estão sendo investigados pela polícia ou Justiça brasileira (Globo 12/10/14: 3). A folha de antecedentes completa (e, desgraçadamente, repleta de ocorrências) de todos os parlamentares eleitos deve sair em breve. Pela pequena amostragem já se pode imaginar a baixa reputação moral do novo Congresso (com as ressalvas de costume). Muitos novatos já estão chegando com a FA cheia, o que confirma que é por meio das democráticas eleições que se busca a suposta (mas quase certa) impunidade. Os crimes ou infrações cometidos por eles vão de desvio de recursos públicos e improbidade administrativa a crimes de tortura e violação da Lei Seca, passando pelo peculato, lei das licitações, porte ilegal de armas, homicídio, uso indevido de funcionários, apropriação irregular de terras, “farra na publicidade”, crime ambiental, desmatamento ilegal, falsidade ideológica, crime de responsabilidade, lavagem de dinheiro, Lei da Ficha Limpa, promoção pessoal em jornal púbico, compra de votos, doação irregular de terreno público etc. Transitam pelas leis penais com a mesma desenvoltura com que Einstein cuidava da relatividade.
02. Ninguém sabe se dessa radiografia da política e dos políticos brazilquistaneses (assim como dos seus comparsas doleiros, banqueiros, marqueteiros, empreiteiros, empresários etc.) sairão alguns frutos, como a louvável emenda e correção, ao menos das mais horrendas anomalias da capenga e sempre desvirtuada vida democrática deste País de potencialidade incrível, mas desperdiçada a cada governo, pouco importando seu matiz ideológico (esquerda, centro ou direita), em virtude da má governança assim como da precaríssima qualidade das lideranças que têm em suas mãos os destinos da nação. Nosso correspondente tem dito que, pelos exemplos de jactanciosa temeridade (Lisboa), não ousa criar nenhuma expectativa robusta e consistente, sobretudo nesses tempos líquidos (Bauman) de dúvidas e incertezas atrozes sobre a democracia, a economia, a Justiça e o futuro da nação. Seu consolo, ultimamente, tem sido o de que suas páginas, no mínimo, possam servir de registro e memória dos sombrios tempos presentes, que não constituem nenhuma novidade, no entanto, quando olhamos a história obscurecida pela ganância e pelo parasitismo, os costumes frouxos e as tradições corruptivas dessa Ilha de beleza exuberante e riqueza inigualável, mas perdida nos seus próprios meandros cada vez mais apocalípticos.
03. A descrença do nosso correspondente não está lastreada em pueril leviandade, sim, em levantamentos precedentes, como o realizado pela ONG Transparência Brasil, divulgado pela maior revista da Ilha (em setembro de 2013), que apontou o seguinte: dos 594 parlamentares em exercício, 190 entre deputados e senadores já tinham sido condenados pela Justiça ou tribunais de conta. As sentenças e as decisões dos tribunais decorreram de irregularidades em convênios, contratos e licitações, atingindo 66 parlamentares (11% do Congresso). Em segundo lugar aparecem as condenações da Justiça Eleitoral por irregularidades em contas de campanha, com 57 deputados e senadores encrencados (9,6% do Congresso). Em terceiro estão os atos de improbidade administrativa (como enriquecimento ilícito e dano ao erário), que levaram à condenação 41 congressistas (6,9% do Congresso). Dentre esses parlamentares, 14 foram condenados à pena de prisão. Um deles, um senador de Rondônia, foi condenado por unanimidade pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a quatro anos, oito meses e 26 dias de prisão, em regime semiaberto, por fraude em licitações. Na Câmara, 13 deputados federais receberam penas de reclusão, em alguns casos convertida em prestação de serviços e pagamento de multas.
04. Diante dos macabros antecedentes, era de se imaginar que das urnas saísse um novo Congresso Nacional, rejuvenecido e preparado para os hercúleos desafios que o mundo moderno impõe às sociedades complexas. Nada disso. De decepção em decepção o Brazilquistão vai flertando com o pantanoso mundo da ingovernabilidade absoluta (sendo disso conivente, muitas vezes, boa parcela da própria população, que não se constrange em reeleger nem sequer quem já foi publicamente reconhecido como ladrão do dinheiro público).

Auxílio-moradia de juízes custará o equivalente ao salário de todo o Congresso.

Só o auxílio-moradia dos magistrados pelo país afora custará algo em torno de R$ 1 bilhão por ano.

Por Rogério Galindo.

Você acha que os salários dos deputados federais e dos senadores são altos, que eles custam demais para o país? Ok. Pode ser mesmo. Todas as estatísticas mostram o parlamentar brasileiro (contando custos com assessoria, gabinete, custeio etc.) é um dos mais caros do mundo.

Segundo o site Congresso em Foco, contando apenas o salário e os penduricalhos dos parlamentares, o gasto anual do Brasil com os seus congressistas é de R$ 1,1 bilhão. Muita coisa, claro. Mas é o preço.


Agora, veja só. O Judiciário, que costuma passar muito mais abaixo do radar, até por não ter eleições diretas para se decidir quem ocupará os cargos, custa muito, muito mais caro. A conta que faz perceber isso é a seguinte: os cálculos do governo são de que só o auxílio-moradia dos magistrados pelo país afora custará algo parecido: R$ 1 bilhão por ano.


Ou seja: nossos juízes estão prestes a consumir os salários de 594 parlamentares (caros) em apenas um benefício extra, que agora está sendo estendido até mesmo para os aposentados.

Fonte: portal E MAIS GOIÁS

http://emaisgoias.com.br/2014-10-21/politica/brasil/politica/auxilio-moradia-de-juizes-custara-o-equivalente-ao-salario-de-todo-o-congresso

PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE LAVRAS MARCOS POSSATO, FAZ PROPAGANDA PESSOAL COM ESTRUTURA DO LEGISLATIVO.

Com as atribuições especiais do cargo de Presidente da Câmara Municipal de Lavras, Marcos Totonho Possato faz propaganda pessoal enviado correspondência a empresários lavrenses. Como se pode ler no exemplar interceptado por mim, Possato diz que fez "Menção elogiosa" a este estabelecimento e a seus funcionários durante uma certa reunião, ele cita os dizeres que segundo ele teria pronunciado, afirmando a importância do tal estabelecimento no comercio da cidade, fato que o teria destacado. 

Mas as perguntas que do momento são: 

1- Tendo em vista que o Ministério público proibiu qualquer elogio a comerciantes e empresários durantes as sessões ordinárias, como o presidente do legislativo lavrense, justificaria ter cometido tal irregularidade, desrespeitando o MP cometendo improbidade administrativa comprovada por este documento?


2- Como essa prática é proibida pelo MP, no dia  25 de setembro como, dia da referida reunião, Possato não citou o nome do estabelecimento, aliás, nenhum vereador o faz desde a proibição. Então, como pode o presidente do legislativo Marcos Possato, mentir em um documento oficial da câmara apenas para sua promoção pessoal?

FICA AQUI ESTA DENUNCIA PARA QUE O MINISTÉRIO PUBLICO POSSA TOMAR AS DEVIDAS PROVIDENCIAS... O DOCUMENTO ORIGINAL ESTÁ EM MEU PODER E CONTÉM MAIS INFORMAÇÕES, MAS A FONTE SERÁ PRESERVADA.


NOTICIA VEICULADA PELO CASAL 20 DA MENTIRA EDUARDO E SABRINA CICARELLI, TERIA SIDO MALDOSAMENTE PUBLICADA ERRADA?

O prefeito foi cassado o Eduardo Cicarelli e sua esposa Sabrina Cicarelli (Ouvidora municipal) perderam o emprego na prefeitura, mesmo assim não tem tempo suficiente para fazer um jornal de qualidade. Na noticia do acidente (anexa) do vice-prefeito de Lavras Clóvis Correa as informações estão todas erradas:



CONFIRA O LINK:

PERGUNTA-SE SE A NOTICIA VEICULADA PELO CASAL 20 DA MENTIRA EDUARDO E SABRINA CICARELLI, TERIA SIDO MALDOSAMENTE PUBLICADA ERRADA OU É INCOMPETÊNCIA MESMO?

O acidente não foi próximo da cidade de Ingaí, mas próxima à entrada do Camuâ, portanto muito próximo da entrada de Lavras.

O vice-prefeito estava no sentido contrário ao informado pelo jornal de Lavras, ele estava vindo de sua fazenda no município de Ingaí  para Lavras.

O fato mais importante a pessoa que viu o acidente e voltou para prestar socorro para o vice-prefeito foi o proprietário do jornal Tribuna de Lavras José Eduardo Gomide, que vinha do seu pesqueiro o recanto da laje.

As informações têm de ser corretas e principalmente em casos como este, porém, o casal desocupado até hoje não aprendeu a fazer jornalismo. Nunca fizeram! Eles poderiam ao menos checar as noticias antes de posta-las em seu pasquim esvaziado de noticias, diga-se de passagem... Bem pior que a  maldosa administradora de mentiras "a Tribuna de Lavras".

terça-feira, 21 de outubro de 2014

A associação de catadores do aterro sanitário será reativada, foi este o motivo da reunião com representantes da prefeitura.


Na manhã desta segunda-feira (20/10) foi realizada uma reunião entre os catadores de lixo do atual aterro sanitário e representantes da Prefeitura. Durante o encontro foram feitos esclarecimentos sobre as mudanças nos serviços de coleta e destinação final do lixo e de resíduos de saúde, e também definida a reativação da Associação de Catadores de Lixo do município.

O encontro, realizado no auditório da Prefeitura, contou com a presença da secretária de Desenvolvimento Social, Elenita Andrade de Abreu Gomes; o secretário de Meio Ambiente, Rogério Giranda; e o secretário de Governo José Eustáquio Cardoso.

A principal diferença entre o contrato anterior e o atual está na forma de disposição dos resíduos. No contrato anterior, firmado pela gestão passada, o lixo era aterrado sem os devidos cuidados de drenagem de gás e chorume, podendo causar contaminação do solo, água e ar. Agora, o lixo será colocado em caminhões da empresa Biostec, próprios para esse serviço, numa operação denominada transbordo, e levado para um aterro privado, onde receberá a destinação correta.

A reativação da associação de catadores irá permitir que a categoria possa ter mais representatividade junto ao poder público. Foi a primeira vez que a atual gestão reuniu-se com os catadores de lixo para ouvir as demandas da categoria e definir caminhos a seguir. A cada mês, a Prefeitura receberá um certificado de que toda a destinação do lixo atende a legislação ambiental em vigor.


COPASA INFORMA - Abastecimento de água em Lavras foi interrompido, mas será retomado nesta 4ª feira

A Copasa informa que, devido ao rompimento de uma adutora de água na noite desta 2a feira (20/10), o abastecimento foi interrompido no município. A equipe técnica da Copasa está no local realizando a manutenção e o abastecimento será reestabelecido de forma gradativa a partir desta quarta-feira (22/10), conforme horários pré-estabelecidos pelo sistema de rodízio. Para mais informações, ligue 115. 

Vaticano elimina "boas-vindas" a gays em documento final do Sínodo - PAPA FRANCISCO É DERROTADO EM VOTAÇÃO- Quem perdeu foi a igreja.

Fonte: UOL. 18 de outubro de 2014.


O Vaticano eliminou a expressão "boas-vindas aos homossexuais" do relatório final do Sínodo dos Bispos sobre a família convocado pelo papa Francisco. O documento foi aprovado neste sábado (18), após duas semanas de reuniões.
A versão final do documento do Vaticano foi radicalmente revista na referência sobre os homossexuais, eliminando linguagem anterior mais positiva.
O resultado é uma derrota para o papa Francisco, que vinha defendendo que a igreja adotasse uma posição mais includente tanto aos homossexuais quanto aos católicos divorciados ou que voltaram a se casar.
Ao todo, 183 religiosos participaram da votação de cada um dos 62 parágrafos. Para que fosse aprovado, cada capítulo deveria receber dois terços de votos favoráveis. Três não atingiram essa maioria - dois sobre os homossexuais e um sobre o acesso dos divorciados que voltaram a se casar aos sacramentos da igreja.
Após uma primeira versão lançada na segunda-feira (13), os bispos conservadores prometeram alterar o texto, dizendo que houve confusão entre fiéis e ameaçou prejudicar a "família tradicional".
Os dois parágrafos finais do documento que tratam dos homossexuais foi intitulado "atenção pastoral para com as pessoas com orientações homossexuais". A versão anterior, de três parágrafos, era chamada de "boas-vindas aos homossexuais."
A versão anterior falava em "aceitar e valorizar orientações sexuais (dos homossexuais)" e dar-lhes "uma casa acolhedora". A versão final eliminou essas frases.
A nova versão usa um termo mais vago, repetindo declarações anteriores da igreja de que os gays "devem ser acolhidos com respeito e sensibilidade" e que a discriminação contra gays "deve ser evitada".
A versão final sublinhou ainda que "não há fundamento absoluto" para comparar o casamento homossexual ao casamento heterossexual, chamando o casamento heterossexual "plano de Deus para o matrimônio e da família".
Segundo o cardeal Gianfranco Ravasi, o papa Francisco vai decidir se o documento será "divulgado imediatamente". Até o momento, o papa não se pronunciou sobre o assunto, "apesar de seu estilo ser de difusão de documentos", acrescentou o cardeal, chefe da comissão que elaborou a mensagem do Sínodo.
O documento foi aprovado com 158 votos a favor, de um total de 174, ressaltou o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi. Neste domingo (19) será encerrado oficialmente o encontro, que reuniu no Vaticano 253 bispos e membros da Igreja Católica. (Com agências internacionais)

Convênio da OAB com a Caixa permitirá pagamento da anuidade com pontos

O convênio firmado entre a OAB e a Caixa Econômica Federal trará uma série de vantagens exclusivas para os advogados do país. A cesta diferenciada de produtos e serviços foi apresentada em detalhes no Colégio de Presidentes de Seccionais, que se reuniu em Brasília na terça-feira (7). Um dos destaques do convênio é a possibilidade de pagar a anuidade da OAB com pontos do cartão de crédito da Caixa. O convênio é a prova da valorização da advocacia no sistema financeiro e ajudará todos os profissionais, afirmou o presidente nacional da Ordem, Marcus Vinicius Furtado Coêlho.
Em processo final de implantação, o convênio será lançado por cada Seccional, que definirá a data de acordo com a disponibilidade dos serviços pela Caixa em cada região. Todas as informações sobre a implantação e funcionamento do convênio serão estabelecidas por cada Seccional.
Segundo o diretor tesoureiro da OAB, Antonio Oneildo, todos os itens discriminados no convênio são diferentes e não são encontrados no balcão. Somente a força do conjunto de 850 mil advogados do país possibilitou a construção deste convênio. É uma grande conquista do sistema OAB, explicou.
Veja abaixo a relação de benefícios do convênio entre a OAB e a Caixa, único banco com atuação em todas as esferas judiciais (Estadual, Trabalhista, Federal, Militar e Eleitoral):
Cartões
O convênio possibilitará a utilização de pontos do cartão de crédito da Caixa para o pagamento da anuidade da OAB. É possível usar os pontos já acumulados até o momento. O pagamento será feito pelo site Caixa Mais Vantagens, sendo necessário apenas a transferência dos pontos e o número do código de barras do boleto de cobrança. O sistema ficará pronto em 30 dias. Em 2015 será lançado um cartão exclusivo da OAB, que facilitará a identificação dos advogados nas agências bancárias.
Pessoas Físicas
Não será mais exigida a carência de três meses para o financiamento de veículo, que também terá uma taxa menor da encontrada no balcão: em vez de 1,23% a.m. será cobrado 0,93% a.m. Também haverá vantagem para o Crédito Imóvel Próprio Caixa, com taxa diferenciada e enquadramento na Faixa 1, a partir de 1,17% a.m. + TR. Os advogados serão dispensados de condições como possuir ao menos dois produtos comercais, ser funcionário público ou financiamento habitacional ativo ou liquidado a até 750 dias. É uma grande incentivo para os advogados montarem seu escritório próprio, afirmou Marcus Vinicius.
A Caixa Econômica Federal também oferecerá taxas de juros diferenciadas no Cheque Azul, benefício que estará disponível dentro de 60 dias. Nas aplicações financeiras LCI/LCA, será ofertada aos inscritos na Ordem remuneração considerando a faixa imediatamente superior à correspondente ao valor aplicado. Também será criado um fundo de investimento a ser constituído exclusivamente para a OAB, com taxa de administração competitiva, valor de aplicação inicial liberado e opção de adesão à funcionalidade de resgate automático.
A partir de novembro deste ano serão oferecidos também três produtos de seguradora da Caixa. No consórcio imobiliário, os inscritos na OAB com conta na Caixa serão dispensados do pagamento na Tarifa de Administração Antecipada; correntistas de outros bancos pagarão 1% sobre o valor da cota. Haverá desconto no preço final do seguro de automóvel conforme perfil do condutor e características do seguro, com débito em conta Caixa. Os advogados também terão acesso ao Clube de Compras Segura Preço, que oferece diversos produtos com desconto.
Pessoas Jurídicas
Os escritórios de advocacia também aproveitarão de diversas vantagens no convênio firmado entre a OAB e a Caixa Econômica Federal. As pessoas jurídicas, por exemplo, terão gratuidade na adesão da folha de pagamento Folha Caixa Web, assim como isenção total da cobrança da Cesta de Serviços por seis meses. Também haverá isenção de 50% da primeira anuidade do cartão de crédito empresarial, desde que a empresa possua domicílio bancário na Caixa.
Atendimento Prioritário
Além de todas as vantagens citadas acima, os advogados também terão direito a atendimento e poderão ser correntistas nas unidades da Caixa na Justiça Federal. Na internet, terão automatização de abertura de contas judiciais pelo Portal Judicial, no site da Caixa. Também será possível fazer Identificador de Depósito no endereço eletrônico, assim como a confirmação dos depósitos efetuados (Guia de Depósito Judicial).
O atendimento pela internet permitirá ainda o pagamento de custas judiciais por GRU-Judicial, na Justiça Federal e Trabalhista, para os advogados que forem correntistas da Caixa. Haverá o desenvolvimento do Convênio de Centralização de Alvarás, acessível pelo Portal Judicial. Nele, as empresas de advocacia poderão gerenciar os processos em que são parte, com consulta de saldos e extratos das contas judiciais.

Cultura popular inspira peça “Chico Cica – É Daí Pra Pió”, na 6ª feira


Nesta sexta-feira (24/10), às 21h, será apresentada a peça “Chico Cica – É Daí Pra Pió”, no Teatro Municipal, na Estação Costa Pinto. A entrada é gratuita.

Trata-se de um monólogo inspirado na literatura de cordel e nos poetas analfabetos. O matuto Chico Cica, com seu dialeto peculiar, conta anedotas matutas e “causos” inusitados, porém verossímeis, levando o público a identificar-se com as situações.

A peça remete às diversas expressões culturais como o cordel, cantoria embolada, trava-línguas, poemas matutos e tem grande interatividade com a plateia. A apresentação tem o apoio da Secretaria Municipal de Cultura.


Nota de Ocorrências na abrangência da 6ª RPM - LAVRAS e IBITURUNA

Produzida em 21/10/2014, referente às ocorrências de 20/10/14 e enviada, conforme solicitação.

ENCONTRO DE CADAVER
Em 20/10/2014 às 10H e 47' em LAVRAS, a Polícia Militar foi solicitada a comparecer a casa da vítima, onde em contato com familiares, teve a informação que desde sábado 18/10/2014 não conseguiam contato com a vítima. Entraram na casa dela, usando uma chave reserva  e encontraram a vítima caída próximo à pia da cozinha, já sem vida. Bombeiros Militares estiveram no local e o funcionário da funerária removeu o corpo para o Instituto Médico Legal.

ESTELIONATO
Em 20/10/2014 às 20H e 50' em LAVRAS/MG, a Polícia Militar foi acionada e compareceu ao CENTRO,  onde o solicitante relatou que uma mulher foi a um estabelecimento comercial e após fazer a recarga de cem reais em cinco números de telefones celulares diferentes, totalizando R$500,00 (quinhentos reais), constatou que havia caído em um golpe, relatando que não tinha dinheiro para pagar a quantia em questão. Com a chegada da Polícia Militar, a vítima já havia entrado em acordo com o solicitante, relatando que pagará a quantia devida no pagamento do Décimo Terceiro salário. Em contato com a vitima, esta relatou que recebeu uma mensagem no seu aparelho celular, dizendo que a mesma havia sido sorteada e ganho a quantia de R$75.000,00 (setenta e cinco mil reais) e um automóvel. Para isso, a vítima deveria fazer as referidas recargas.

INCENDIO EM RESIDENCIA URBANA
Em 20/10/2014 às 18H e 05' em IBITURUNA/MG, a Polícia Militar  compareceu no BAIRRO TIRADENTES, onde a proprietária da residência alegou que por volta das 18H, quando se encontrava tomando banho, ouviu barulhos vindo do quarto e logo em seguida havia um foco de incêndio. Ela saiu correndo assustada, pedindo socorro e em seguida várias pessoas do bairro e as testemunhas arroladas que presenciaram os fatos chegaram ao local. Com o apoio da Polícia Militar, Prefeitura Municipal e caminhões pipas do município, o incêndio foi contido. Segundo a dona da casa, houve a perda de todos os móveis, roupas e utensílios que estavam no interior da casa. Foi acionado o Corpo de Bombeiros da cidade de Lavras/MG. Compareceu ao local o prefeito, que acompanhou os trabalhos.



ACO/6ªRPM
A Porta Oficial de informação da Sexta Região de Polícia Militar
Após o período eleitoral, o Portal Corporativo da 6ª RPM será reativado com a divulgação diária de boletins jornalísticos de ocorrências e matérias sobre

 
atividades da PMMG na região, além da realização de reportagens especiais.

Prefeitura entrega certidões de Nascimento e casamento que não foram entregues nos anos anteriores


A Prefeitura, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social, informa que foram encontradas nos arquivos da sala de Atendimento à Atenção Básica, várias pastas com cópias de certidões de nascimento e casamento, referentes aos anos de 2012 a 2014. Esses documentos foram solicitados por pessoas em situação de vulnerabilidade social e não foram entregues.



A lista com os nomes das pessoas que devem procurar a Secretaria de Desenvolvimento Social para retirar as certidões e as datas de solicitação é a seguinte:



2012: 11 certidões

Michel Augusto Machado – 03/02/2012

Edio dos Santos Siqueira – 06/02/2012

Carlos Antônio Damasco – 16/02/2012

Vanderlei de Carvalho – 16/07/2012

Érika Lopes da Silva – 02/08/2012

Valquíria Aparecida Elias – 27/09/2012

Euler de Jesus Elias – 27/09/2012

Luana Aparecida Elias – 27/09/2012

Fernanda Souza Teixeira – 27/09/2012

Carlinda Maria Ferreira e Antônio Pereira Sobrinho – 05/11/2012

Lindimara Aparecida André – 08/11/2012



2013: 4 certidões

Maria Helena de Souza – 28/08/2013

Valdeir de Jesus Elias – 26/09/2013

Joaquim Fagundes Garcia – 23/10/2013

Luiz Israel da Silva – 14/11/2013



2014: 17 certidões

Anderson Robert de Castro – 17/01/2014

Rildo de Souza – 29/01/2014

Antônio Augusto de Jesus – 16/01/2014

Thiago Francisco de Souza – 19/03/2014

Rosana Maria da Silva – 21/03/2014

Joaquim Paulo de Oliveira – 08/04/2014

Pámela Aparecida Marciano – 02/04/2014

Jéssica Carla da Silva – 27/08/2014

Luiz Otávio Cândido – 19/03/2014

Andreísa de Fátima Marciano – 27/08/2014

Joaquim Mathias Júnior – 12/08/2014

Maria Célia de Jesus Silva – 25/08/2014

Isadora Iasmin Souza Oliveira – 08/09/2014

Patrícia Rezende Ribeiro- 15/09/2014

Rogério Evaristo dos Santos- 15/09/2014

Michel Paolo Santos – 15/09/2014

Alan José Santos Borges – 26/09/2014



Certidões sem relatórios sociais

Aparecido Donizete Gonçalves

Horácio Caetano Filho e Maria José Ramos

Danilo César Ferreira

Josyvan Codélia Sales dos Anjos

Alex Souza Costa

Sophia Rosa Costa

Tauana Francisco




A Secretaria de Desenvolvimento Social fica na Rua João Gonçalves Godinho, s/n, Bairro Jardim Europa. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3694 4154.

Capacitação de agentes de endemias


A Secretaria de Saúde realizou na manhã de quinta-feira (16/10), no auditório da Prefeitura, uma capacitação para 42 agentes de endemias. Eles receberam orientações sobre ações de controle, prevenção e manejo ambiental da leishmaniose visceral canina. Trata-se de uma doença transmitida aos cães e ao homem pela picada do “mosquito-palha” (Lutzomyia longipalpis e Lutzomyia cruzi), que é fatal para os animais e muito perigosa para crianças e idosos que a contraem. A capacitação foi realizada por meio da Vigilância em Saúde e Vigilância Ambiental, em parceria com o Departamento de Medicina Veterinária da UFLA.

O aparecimento dos primeiros sintomas da leishmaniose, após a transmissão pela picada do mosquito, pode demorar semanas ou até anos. Quando os animais desenvolvem a doença podem apresentar apatia, perda de apetite, emagrecimento rápido, feridas na pele, perda de pêlos, crescimento anormal das unhas, aumento abdominal, problemas oculares, diarreia, vômito e sangramento intestinal.

Como a leishmaniose é uma doença grave e seu tratamento é complexo, a prevenção é a estratégia mais recomendada para seu controle. Os donos dos cães podem colaborar para evitar a proliferação do mosquito e para isso é preciso adotar algumas medidas, como evitar acúmulo de lixo no quintal e descartá-lo adequadamente; manter o ambiente do cão, quintal ou varanda sempre limpos e manter a grama e o mato do local sempre cortados.

INTERESSE PÚBLICO - Tribunal de Justiça faz manobra para beneficiar juízes com auxílio-moradia, diz servidor.

Um servidor do Tribunal de Justiça do Acre denunciou que o órgão deve regulamentar, já nos próximos dias, o pagamento de auxílio-moradia mensal para todos os magistrados da instituição. O valor pode chegar a R$ 4.377. Até quem possui casa própria terá direito ao benefício.
De acordo com o servidor Isaac Ronaltti, técnico do órgão, a decisão de regulamentar o auxílio veio logo após ser divulgada a decisão do ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), que concedeu o benefício por liminar no fim de setembro.
O interessante é que, como o CNJ estipulou apenas o teto, e não patamares menores de remuneração, abriu-se a brecha para que todos os magistrados do Acre recebam os quase R$ 4,4 mil. Vale lembrar que esse é o valor recebido por ministros do STF.
Ainda de acordo com a decisão, o pagamento deverá ser retroativo a 15 de setembro, data da primeira decisão de Fux, e não poderá ser referente a datas anteriores.
Ainda de acordo com a decisão, o pagamento deverá ser retroativo a 15 de setembro, data da primeira decisão de Fux, e não poderá ser referente a datas anteriores.
roberto barros- servidor falaroberto barros- servidor fala2
Conforme planilhas disponibilizadas através do Portal da Transparência do Tribunal Justiça do Acre, um magistrado recebe mensalmente cerca de R$ 25 mil. O valor representa quase 34 salários mínimos. Somente o auxílio ultrapassaria seis salários mínimos.
Segundo o CNJ, a medida “unificará os diferentes valores de auxílio-moradia que estão sendo pagos por tribunais de todo o país”, o que acarretaria “tratamento diferenciado a magistrados sem justificativa”. O documento é assinado pelo presidente do CNJ, Ricardo Lewandowski.
O servidor do TJ publicou numa rede social que “a equipe do desembargador Roberto Barros trabalhou exaustivamente no final de semana para minutar a resolução”, denuncia. Barros, que é o chefe do Judiciário acreano, e chegou a cortar benefícios que seriam concedidos aos servidores de carreira do órgão, afirmando necessidade de contenção de gastos com folha de pagamento.
Ronaltti, que parece não estar de acordo com atos da administração do TJ, vai mais além e lembra aos amigos da rede que o desembargado Roberto Barros “cortou em 2012 uma série de benefícios do PCCR, reduziu os valores dos interstícios da carreira e excluiu do texto formal, a correção inflacionária dos salários”, destaca ele.
Isaac denuncia também que há falta de atenção com a valorização dos servidores do órgão. Segundo ele, diversos agentes estão trabalhando em situação insalubre, sem direito ao pagamento devido. Ele diz que Barros “está descumprindo os artigos referente a folga em dobro dos servidores, e continua sendo desidioso no que se refere a diversos servidores que trabalham em locais insalubres e estão sem receber (sic.)”, acusa o servidor.
Ao finalizar uma de suas postagens, Isaac deixa uma mensagem para os amigos. Ele conta que espera do TJ-AC respeito às medidas acordadas durante negociações com a Presidência da casa. “Esperamos que essa festa não comprometa a folha de pagamento de servidores e os avanços da categoria, inclusive a negociação da data base para 2015 e o pagamento do auxílio alimentação para os servidores em 2015”, contesta o funcionário.
Procurada após a decisão do ministro Fux, a Assessoria de Comunicação do Tribunal de Justiça do Acre informa que a Presidência ainda seria comunicada sobre a decisão do STF. De posse da documentação do Supremo, seria necessário que os membros do Pleno acreaano se reunissem, para definir os detalhes do auxílio a ser implementado.
Na época, a Assessoria do órgão informou que poderia levar meses até que o auxilio possa ser repassado aos magistrados. “É bom lembrar que se trata de uma liminar, o mérito ainda será julgado, dessa vez em caráter coletivo pelos ministros do STF”, disse o TJ.
Segundo informações, a Corte justificará o pagamento com base em uma legislação federal. Dados extraoficiais dão conta que o documento que está sendo preparado diz que a verba já vem sendo paga em 14 Estados da Federação, e está prevista, desde 1986, no art. 65, inciso II, da Lei Orgânica da Magistratura Nacional (Lei Complementar Federal n.º 35/1979).
NOTA DA REDAÇÃO: Mais uma vez, a Reportagem do ac24horas buscou informações junto ao Tribunal de Justiça. O primeiro contato foi feito na última quarta-feira, 15, por telefone. Conforme solicitado pelo assessor de imprensa do TJ, foi encaminhado um e-mail com as seguintes perguntas: Como funcionará a proposta no Acre?; A proposta de auxílio do TJ já está sendo regulamentada? Se sim, quais os prazos para o início do pagamento?; Qual valor estimado será repassado aos magistrados e juízes?; Quais os procedimentos para regular esse auxílio?
Após encaminhar o e-mail, a Editoria do ac24horas fez novo contato telefônico para confirmar o encaminhamento. Confirmado o recebimento, a Assessoria do órgão se comprometeu em encaminhar Nota Explicativa, tratando dos detalhes dessa regulamentação.
O servidor da Assessoria informou que um juiz auxiliar, da equipe de Roberto Barros, atual presidente do Tj-AC, estaria com os questionamento, e que, tão logo fosse possível, as respostas seriam enviadas à Redação. Numa terceira ligação ao órgão, também foi informado sobre as declarações do servidor, sem identificá-lo, mas as respostas ainda não estavam prontas.
Mesmo assim, até às 16h desta sexta-feira, 17 de outubro, a instituição se manteve em silêncio aos questionamentos e não encaminhou nenhuma posição a este veículo de comunicação, aparentemente deixando de lado a transparência das ações lá realizadas e desinformando os cidadãos do Acre. Contudo, segue aberto o espaço para a versão do órgão.
Fonte: Portal de Notícias ac24HORAS

POSTAGENS MAIS VISTAS

ARQUIVO DO BLOG